Coordenadoria de Ações de Equidade divulga Ações Afirmativas para ingresso em 2017

11/10/2016 11:15

A Coordenadoria de Ações de Equidade, por meio da Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (SAAD), realizou no último mês a divulgação da Política de Ações Afirmativas da UFSC para ingresso em 2017. Foram realizadas visitas em escolas públicas da grande Florianópolis, além do envio de folders e cartazes informativos para as escolas de ensino médio do estado de Santa Catarina. Também foram encaminhados, via plataformas online, um vídeo institucional e material explicativo sobre as formas de ingresso por meio das ações afirmativas às escolas e cursinhos pré-vestibulares públicos.

Visita realizada à Escola de Educação Básica Aderbal Ramos da Silva

Visita realizada à Escola de Educação Básica Aderbal Ramos da Silva

As Ações afirmativas são políticas que pressupõem uma reparação histórica de desigualdades e desvantagens acumuladas e vivenciadas por grupos sociais, de modo que essas medidas aumentam e facilitam o acesso desses grupos, garantindo a igualdade de oportunidade. A Política de Ações Afirmativas da UFSC busca ampliar o acesso de estudantes egressos de escolas públicas, pretos, pardos, indígenas, quilombolas e de famílias com baixa renda a cursos de graduação da Universidade, promovendo a diversidade étnico-racial e social no ambiente universitário.

As vagas da UFSC para ingresso em 2017 serão distribuídas da seguinte forma: 50% das vagas de cada um dos cursos são destinadas às ações afirmativas; + Além desse percentual, serão oferecidas: vagas suplementares para negros (2 vagas por curso); 22 vagas suplementares para candidatos indígenas e 9 vagas suplementares para candidatos quilombolas no conjunto dos cursos da Universidade.

Formas de ingresso: Para ser estudante de graduação da UFSC é preciso ser aprovado em algum dos editais de seleção para ingresso na Universidade. Atualmente são realizados 4 processos de seleção diferenciados, sendo eles:

1- Vestibular: 70% das vagas da UFSC são disponibilizadas através do vestibular. Para concorrer o candidato deverá se inscrever no período de 14 de setembro a 13 de outubro no site www.vestiular2017.ufsc.br  em uma das modalidades descritas na tabela “modalidades de vagas” e comparecer para realização da prova que ocorrerá nos dias 10, 11 e 12 de dezembro de 2016.

2 – SISU (Sistema de Seleção Unificada): 30% das vagas da UFSC são disponibilizadas através do Sistema de Seleção Unificada –SISU. Para concorrer o candidato precisa ter participado  do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) edição 2016. As inscrições no SISU deverão ser realizadas no site www.sisu.mec.gov.br

3 – Vagas suplementares para  Negros: duas vagas em cada curso destinadas a candidatos pertencentes ao grupo etnicorracial negro, oriundos de qualquer percurso escolar. Para concorrer o candidato precisa ter participado de pelo menos uma das edições do ENEM realizadas em 2014, 2015 ou 2016 e se inscrever no site www.coperve.ufsc.br

4- Vagas suplementares para Quilombolas e indígenas: 22 vagas para candidatos pertencentes a povos indígenas residentes em território nacional e nos transfronteiriços  e 9 vagas para candidatos pertencentes a comunidades quilombolas reconhecidas pela Fundação Palmares. Para concorrer os candidatos devem se inscrever no site http://suplementares2017.paginas.ufsc.br/  

Coordenadoria de Ações de Equidade em visita para divulgação do Programa de Ações Afirmativas

Coordenadoria de Ações de Equidade em visita para divulgação do Programa de Ações Afirmativas

O candidato poderá optar por participar da Política de Ações Afirmativas (cotas)  no ato da inscrição do Vestibular UFSC ou no Sistema de Seleção Unificada – SISU,  escolhendo uma das modalidades conforme seu perfil.  Cada candidato pode optar por apenas uma dessas modalidades de reserva de vagas em cada processo de seleção.

 

 

Veja se você se enquadra em algum dos seguintes perfis: 

Esc. pública + renda igual ou inferior a 1,5 salário mínimo per capita- 17% das vagas: Cursou integralmente o ensino médio em escolas públicas e pertence a família com renda mensal bruta igual ou inferior a um salário mínimo e meio per capita.  Esc. pública + renda igual ou inferior a 1,5 salário  mínimo per capita + pretos, pardos e indígenas (ppi)-    8% das vagas: Cursou integralmente o ensino médio em      escolas públicas e pertence a família com renda mensal bruta    igual ou inferior a um salário mínimo e meio per capita.  Autodeclarado preto, pardo ou indígena (ppi).
Esc. pública + renda superior a 1,5 salário mínimo per capita- 17% das vagas: Cursou integralmente o ensino médio em escolas públicas e pertence a família com renda mensal bruta superior a um salário mínimo e meio per capita. Esc. pública + renda superior a 1,5 salário mínimo per capita + PPI- 8% das vagas: Cursou integralmente o ensino médio em escolas públicas e pertence a família com renda mensal bruta superior a um salário mínimo e meio per capita, autodeclarado preto, pardo ou indígena (ppi)